O que é fibromialgia? (informe publicitário)

leme-instituto-terapeutico

Por Leme Instituto Terapêutico
Atendimento Terapêutico:

Gláucia Herte de Moraes.
Endereço de correspondência: Rua Dr. Flores, 105/207, Centro, Porto Alegre-RS
Contato: 51 9673-8375


 

É uma síndrome dolorosa muscular, que acomete o corpo de forma generalizada. É causada por traumatismos físicos no decorrer da vida dos fibromiálgicos.

 

Provavelmente você já deve estar cansado de ler sobre o que é Fibromialgia segundo as ciências da saúde. Porém, nós do Leme Instituto Terapêutico preferimos dizer o que ela é, pois somos os profissionais que conhecem muito de perto aqueles que tiveram um dia a Fibromialgia e também os mesmos que há quase 20 anos levam uma vida normal e sem dores após terem feito a Lemeterapia, necessitando esporadicamente de sessões de manutenção para se manterem bem. Com certeza e por essa razão os próprios fibromiálgicos dizem que temos uma visão diferenciada sobre esta síndrome.

Para o Leme Instituto Terapêutico, a Fibromialgia é uma síndrome dolorosa muscular, que acomete o corpo de forma generalizada, sendo que cerca de 90% dos casos são mulheres. A Fibromialgia é de origem conhecida, pois há provas científicas de que ela é causada por traumatismos físicos no decorrer da vida dos fibromiálgicos, do contrário a Lemeterapia não teria os bons resultados que tem apenas tratando o corpo, os músculos e as fibras que compõem nosso sistema musculoesquelético.

A Fibromialgia para os pesquisadores atuais, e para nós do Instituto, é puramente de origem física, jamais de origem psicoemocional. Apesar de problemas psicoemocionais gerarem crises de Fibromialgia, estes, então, não são os causadores da Fibromialgia. Um fator que agrave uma ou mais crises de um problema não é a causa do problema.

Esta síndrome pode gerar uma gama enorme de outros problemas ou acometimentos, os quais são denominados de Manifestações Associadas à Fibromialgia.

A síndrome atinge pessoas de todas as idades. Há relatos de crianças com até dois anos com Fibromialgia. Não devemos jamais caracterizá-la como sendo uma doença que afete apenas pessoas de meia idade ou idosos. O fato de afetar mais estas últimas, não faz com que seja só de idosos.

Temos tratado dezenas de jovens e algumas crianças. Portanto, se você é jovem ou se seu filho ou filha pequena tem Fibromialgia, não estranhe este fato. Mas saiba que há como tratar todos estes casos pela Lemeterapia, tanto dos mais jovens ou crianças, como dos mais idosos, acima de 90 anos obtendo os mesmos resultados.

Cerca de 4% da população pode ter Fibromialgia nos mais diferentes estágios, e em todos ela causa muito sofrimento. Portanto, é necessário tratamento, pois quem está num estágio inicial, brevemente poderá ir para um estágio mais avançado. O tratamenteo com a Lemeterapia tem impedido que isso aconteça.

Há os casos mais brandos, que a pessoa ainda consegue fazer exercícios físicos e com eles se sentir um pouco melhor. Há os casos medianos que precisam de medicação e em que a pessoa começa a ter muitas dificuldades para fazer exercícios. E por fim, têm os casos mais graves que necessitam de doses muito fortes de medicação e praticamente se tornam impossibilitados de atividades físicas. Seja qual for o seu estágio, saiba que a Lemeterapia tem grande chance de tratar o seu caso.

Muitos casos de Fibromialgia ainda não receberam diagnóstico, pois, principalmente, quem ultrapassou os 40 anos de idade ou está próximo de completar esta idade pensa que estas dores são devidas à idade. Eles não procuraram o médico para um correto diagnóstico ou o próprio médico afirma equivocadamente ser a idade a causa das dores. Se fosse a idade, por que o joelho de um lado do corpo dói mais que o outro? Por que um lado do quadril dói mais que o outro? se todos têm a mesma idade? Assim, milhões de pessoas que sofrem dores musculares generalizadas não sabem que estão com Fibromialgia.

A Lemeterapia é uma terapia natural desenvolvida há cerca de 20 anos para tratar a síndrome da Fibromialgia. Esta terapia tem mostrado resultados satisfatórios em eliminar as dores e também os outros 190 tipos de problemas que a Fibromialgia pode provocar, passando a não ser mais necessário o uso de medicamentos, podendo o fibromiálgico voltar a fazer suas atividades de forma normal. Isto já é uma realidade para mais de 1.300 pessoas. O paciente, se houver necessidade, precisará esporadicamente de duas sessões de manutenção a cada dois anos.


Publicado em 11 de Dezembro de 2015

FONTE:

leme-instituto-terapeutico

 

 

 

 

Próximo Artigo…
Voltar ao menu Home
Compartilhe Saúde! Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someonePrint this page