Sintomas da Fibromialgia (informe publicitário)

leme-instituto-terapeutico

Por Leme Instituto Terapêutico
Atendimento Terapêutico:

Gláucia Herte de Moraes.
Endereço de correspondência: Rua Dr. Flores, 105/207, Centro, Porto Alegre-RS
Contato: 51 9673-8375


 

Quando nos deparamos com casos que têm uma perfeita distribuição das dores em ambos os lados do corpo, inclusive na intensidade de cada um, percebemos que não se trata de um caso de Fibromialgia e sim, de outro tipo de doença ou sintoma que está com diagnóstico equivocado.

Os sintomas secundários da Fibromialgia são tão ou mais prejudiciais à vida dos fibromiálgicos do que as próprias dores.

São denominados estes sintomas da Fibromialgia de MANIFESTAÇÕES ASSOCIADAS À FIBROMIALGIA.

A relação destas manifestações compõe uma lista com mais de 190 tipos de problemas na saúde dos fibromiálgicos. A maioria dos que estão com Fibromialgia sente em média 70 delas. Alguns casos mais graves chegam a ter mais de 130 manifestações simultaneamente. O que torna a vida destes indivíduos uma verdadeira tortura diária, pois além de dores insuportáveis ainda sofrem com mais de uma centena de manifestações associadas.

Os mais comuns sintomas secundários da Fibromialgia são: dores de cabeça (enxaqueca, cefaleia); distúrbios do sono (insônia, sono fragmentado, sono não reparador, etc.); distúrbios psicoemocionais (depressão, irritabilidade emocional, ansiedade, mudança brusca de personalidade, impaciência, etc.); distúrbios gástricos (refluxo gastresofágico, gastrite, úlceras esofágicas, estomacais e duodenais, problemas intestinais, etc.), distúrbios de órgãos sexuais e dificuldade da vida sexual; distúrbios urinários (hipertensão, retenção de líquidos, infecções frequentes, urgência miccional, cistites, etc.); cãibras; formigamentos; amortecimentos; rigidez corporal; dificuldade de fazer esforço físico; perda parcial e momentânea de coordenação motora de algum membro; distúrbios visuais, auditivos, olfativos; alergias; queda da imunidade (facilidade de pegar infecções) e muitos outros.

Como já citamos, são mais de 190 manifestações associadas ou como alguns autores costumam dizer: Sintomas Secundários da Fibromialgia.

Cabe notar que ao tratarmos através da Lemeterapia apenas as lesões musculares, a maioria destas outras manifestações deixam de ser sentidas pelos fibromiálgicos e passam a não terem mais as manifestações associadas ou sintomas secundários desta síndrome, retornando a uma vida normal, necessitando esporadicamente sessões de manutenção, cuja média tem sido duas sessões a cada dois anos.

 

Obs.: A relação completa das manifestações associadas está no livro “Viva Sem Fibromialgia”, o qual está disponível para ser baixado gratuitamente no site: www.fibromialgia.net.br


Publicado em 29 de Janeiro de 2016

FONTE:

leme-instituto-terapeutico

Próximo Artigo…
Voltar ao menu Home
Compartilhe Saúde! Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someonePrint this page

About the author: Jornal CS

Leave a Reply

Your email address will not be published.