Blog

Sem categoria

Fadiga Mental


Voltar ao Menu Voltar à Home
Sem categoria

Galão d’água

Você toma água de galão e ainda vários cafezinhos no copinho de plástico ao longo do dia?!
 Isso pode estar afetando seus hormônios!
.
O efeito que o plástico causa no organismo não é mito, é fato já alertado pela OMS.
.
Boa parte das mulheres vive com excesso de estrógeno sem saber. Uma das causas para ganho de peso rápidos, TPM, ciclos intensos, endometriose, alterações de humor, insônia, rosácea, cistos e câncer de mama, problemas de vesícula, menarca precoce, varizes dentre outras coisas. Ah, e os homens também podem ser afetados! Efeitos como desenvolvimento de mama por exemplo! 

Voltar ao Menu Voltar à Home
Sem categoria

Pílula Anticoncepcional

Alguns motivos pelos quais a pílula anticoncepcional é um veneno para o corpo feminino, você deve parar de tomar.

A libido despenca: os principais hormônios responsáveis pela libido feminina são: ocitocina, progesterona, estradiol, DHEA, DHT e, principalmente, a testosterona são os hormônios responsáveis pela libido feminina. O uso do anticoncepcional inibe a produção de testosterona havendo declínio na libido, falta de desejo. 

Causa flacidez, celulite, diminuição de massa muscular, aumento de gordura localizada: seu corpo deixa de produzir o hormônio Testosterona responsável pelo desenvolvimento da massa muscular no seu corpo e nem acadêmia dá jeito! Há o enfraquecimento do tônus muscular, celulite, gordura localizada, inchaço causados pelos hormônios estrogênio e progesterona, presentes em grande quantidade na pílula, que retém líquidos.

Acarreta diversas complicações cardiovasculares: o coração é o órgão que mais possui receptores para esse hormônio específico – a testosterona; depois vem o cérebro e os ossos. sendo assim, quem possui níveis baixos de testosterona fica mais suscetível a doenças do coração e complicações no cérebro e nos ossos.

São cancerígenos: contraceptivos hormonais foram classificados pela Organização Mundial de Saúde como potencialmente carcinogênicos, devido às doses de hormônios depositados diariamente na corrente sanguínea assemelhando-se ao tabaco e amianto.

Você está enganando o seu corpo: a pílula anticoncepcional é composta por dois hormônios sintéticos: um imita o estrógeno e o o outro a progesterona, ambos hormônios naturais da mulher, responsáveis por controlar seu ciclo. Esses hormônios “falsos” presentes na pílula “enganam” o seu organismo, fazendo com que a mulher não produza os hormônios naturais e, consequentemente, não ovule. 

Aumenta o risco de trombose: usuárias da pílula contraceptiva tem até quatro vezes mais chances de desenvolver trombose venosa profunda. Esse problema é gerado pela coagulação do sangue no interior das veias, principalmente nos membros inferiores, caso um dos coágulos entre na corrente sanguínea e chegue no pulmão, causa  embolia pulmonar – risco de vida. 

Outros problemas: dores de cabeça, alterações bruscas de humor, DEPRESSÃO, enjôos, mal-estar, ansiedade. Mas todos os sintomas se encontram na BULA! Leia a BULA e se for tomar esteja preparada para as consequências que certamente virão. 


Sem categoria

Obesidade Controlada


Voltar ao Menu Voltar à Home
Sem categoria

Cuide do Intestino

Quer emagrecer? Cuide bem do seu intestino

O equilíbrio do intestino é fundamental para que seu organismo funcione bem e absorva os nutrientes que você precisa.

Não é só você que precisa de uma dieta saudável e diversificada. Os trilhões de micro-organismos que vivem no seu intestino também.

 Foco na alimentação!

 


Sem categoria

Hamburger


Voltar ao Menu Voltar à Home
Sem categoria

Intestino

 


Voltar ao Menu Voltar à Home
Sem categoria

Amêndoas

 


Voltar ao Menu Voltar à Home
Sem categoria

Pão Integral

Você sabia que duas fatias de pão integral aumenta a glicose (açúcar no sangue) mais do que 2 colheres de açúcar de mesa?

Provavelmente os profissionais da saúde, “esqueceram” de passar essa informação…

 


Voltar ao Menu Voltar à Home
Sem categoria

Exposição ao sol: Pouca quantidade é suficiente?

Exposição ao sol: Pouca quantidade é suficiente?

Alguns especialistas opinam que a breve exposição ao sol irá fornecer toda a vitamina D necessária.

No entanto, nunca houve um estudo do quanto de vitamina D tal exposição pode gerar.

Recentemente, pesquisadores da Coreia decidiram descobrir. Dr. Sang-Hoon Lee e seus colegas da Universidade Ajou Escola de Medicina da Coréia do Sul estudaram o efeito da breve exposição ao sol sobre os níveis de vitamina D em 20 mulheres jovens, durante quatro semanas.

Lee SH, Park SJ, Kim KM, Lee DJ, Kim WJ, Park RW, Joo NS. Effect of sunlight exposure on serum 25-hydroxyvitamin d concentration in women with vitamin D deficiency: using ambulatory lux meter and sunlight exposure questionnaire. Korean J Fam Med. 2012 Nov;33(6):381-9.

O estudo foi realizado entre outubro e novembro na latitude 37 graus norte, sobre a latitude de Washington DC.

A média inicial de níveis de 25 (OH) D era de 11 ng/ml e nenhuma mulher tinha níveis superiores a 20 ng/ml no início do estudo.

As mulheres receberam instruções para obter 20 minutos de exposição solar ao meio-dia, em suas mãos, antebraços nos dias da semana, durante quatro semanas.

Protetor solar facial e óculos de sol foram permitidos.

Adivinhe o quanto níveis de 25 (OH) D aumentaram depois de um mês de exposição solar diária? Os níveis de vitamina D não aumentaram em todos, na verdade, estavam um pouco menor do que quando começou o estudo!

Por quê?

Eu acho que quatro razões podem explicar a descoberta.

Talvez as mulheres não saíssem tantas vezes quanto necessário.

O segundo é a latitude, acho que menos UVB está disponível em outubro e novembro do que muitas pessoas pensam em tais latitudes.

Talvez a  inverno de vitamina D comece no outono na latitude 37 graus.

Terceiro, talvez antebraços, rosto e mãos sejam superfície da pele simplesmente não suficientes para produzir uma quantidade significativa de vitamina D.

E quatro, tal exposição breve do sol pode não ser suficiente para produzir uma quantidade significativa de vitamina d.

Nossos ancestrais caçadores-coletores equatoriais tinham a pele muito escura, mas usavam poucas ou nenhuma roupa e estavam fora a maior parte ou o dia todo.

Estudos recentes indicam que tais pessoas tinham níveis de vitamina D em torno de 50 ng/ml.

Isto indica uma absorção de vitamina D de cerca de 5.000 a 10.000 UI/dia.

Vitamina D em populações indígenas: Parte 1. Postado em 27 de agosto de 2012 por John Cannell, MD

É por isso que o Vitamin D Council recomenda banhos de sol de corpo inteiro, não a exposição ocasional ao sol.

Certifique-se de sua sombra seja mais curta que a sua estatura, para que você possa saber que está produzindo vitamina D.

Além disso, como a maioria das pessoas não pode tomar sol todos os dias e pelo inverno de vitamina D ser tão severo, recomendamos 5.000 UI/dia nos dias que você não tomar sol.


Referências