O que é testosterona?

É um hormônio encontrado em maior quantidade nos homens, mas também é encontrado nas mulheres. Nos homens a  é conhecida como o hormônio que representa a masculinidade. Certamente é um hormônio que precisa ser tratado com muito carinho, pois a falta dele representa vários problemas para o organismo. Os níveis variam nos homens, mas ficam entre 240-950 ng/dL e nas mulheres em quantidade bem menor ficando entre 8-60 ng/dl.
Nos homens é fabricada nos testículos e nas mulheres pelos ovários e glândulas suprarreinais. Ele ajuda a controlar o colesterol, bem como reduz a gordura corporal.testosterona testosterona - Pró-Hormonais - 12/06/2017 - Descubra tudo sobre Testosterona!
Qual a importância ?
É um hormônio extremamente importante para quem pratica atividades físicas auxiliando muito no aumento da massa muscular e óssea. Quem pratica treinos gosta de fazer uso de suplementos para acelerar o metabolismo, melhorar os níveis de testosterona e ter uma melhor condição física e também trabalha na distribuição do gordura no corpo. Vamos ver alguns detalhes importantes.
Testosterona e massa muscular
Além das atividades físicas e uma alimentação balanceada, a testosterona é outro fator essencial. Os médicos recomendam não exagerar na dose senão pode provocar sérios riscos a saúde. Este hormônio está ligado à força física, resistência e desempenho, sendo assim, está totalmente ligado ao desenvolvimento muscular.
Se os níveis não estiverem equilibrados não será possível ganhar massa muscular e provavelmente terá problemas mais sérios de saúde como perda de massa óssea, impotência e fraqueza.
Redução do stress
Este hormônio por estar ligado ao cortisol, ajuda no equilíbrio emocional reduzindo o estresse. Como podemos ver, a testosterona tem supra importância em vários aspectos de nossa vida, desta forma, precisamos que ele esteja equilibrado. Os riscos da testosterona alta são grandes:
Depressão é um problema sério, em breve vamos escrever um artigo completo com a relação direta.
Sintomas da testosterona alta
  • Agressividade: é outro sintoma de quem possui altos níveis de testosterona, se alguém for muito impaciente, a testosterona é uma possibilidade.
  • Impulsividade: a pessoa pode tomar decisões sem refletir, então as coisas podem mudar de figura caso não haja um equilíbrio do hormônio. Esta impulsividade pode causar problemas mais sérios, bem como acessos de raiva e depressão.
  • Variações de humor: também são possíveis. Uma vez que os hormônios não estão equilibrados, a depressão, impulsividade, extrema alegria e extrema tristeza são fatores comuns. Desta forma, faz-se absolutamente necessário um controle grande de forma absolutamente segura.
  • Encolhimento dos testículos: também faz parte da testosterona alta. Se houver um consumo extremo do hormônio, os testículos poderão reduzir de tamanho e este problema pode ser irreversível se não houver um tratamento adequado.
  • Baixa contagem de esperma: também ocorre então o sistema reprodutivo masculino fica prejudicado sobremaneira.
Sintomas da testosterona baixa
  • Baixo interesse sexual, disfunção erétil e perda da potência sexual: são claros sintomas de baixos níveis. Normalmente os homens costumam ter ereções involuntárias a noite ou pela parte da manhã, quando isso não ocorrer é porque pode haver este baixo nível do hormônio. Se isto ocorrer, deve-se procurar um médico urgentemente, pois, problemas cardíacos podem estar associados.
  • Cansaço e fadiga: são consequências graves, então a falta de energia refletem na produção baixa. Mais uma vez, dá-se a importância de procurar um médico, pois cansaço pode ser sinal de outros problemas também.
  • Falta de memória e de concentração: são efeitos também porque a mesma atua no sistema nervoso.
  • Mudanças de humor: podem ser frequentes, então a depressão na terceira idade é um fator comum devido a falta do hormônio, por isso é importante que se faça atividades físicas constantemente para que estes problemas não ocorram no futuro e uma alimentação adequada é essencial.
  • Dificuldade para contrair músculos e perda de massa muscular: são fatores comprometedores para as pessoas.
  • Acúmulo de gordura na cintura e região do abdômen: consulte um nutricionista para que se escolha uma dieta adequada de acordo com o seu caso e complexidade física.
  • Perda de massa óssea: é comum em idosos trazendo sérios problemas de mobilidade e flexibilidade. O hormônio atua na densidade óssea e sua ausência prejudica o órgão.
  • Baixo crescimento de pelos no rosto, pubianos, braços e pernas: são outros efeitos também.
  • Problemas para dormir: é outro claro efeito. A deficiência do hormônio causa transtornos e agitação na hora de dormir, bem como insônia.
  • Risco de diabetes: é um problema grave sem dúvidas alguma. Sabemos dos riscos da diabetes, então se deve tomar todo o cuidado com os níveis do hormônio. A diabetes se não for controlada pode ser até fatal.
  • Dores nas articulações: são também considerados efeitos negativos do baixo nível.
  • Acnes: são comuns quando há um desequilíbrio, principalmente nos jovens pré adolescentes quando os hormônios estão em fase de mudança causando as famosas espinhas que tanto incomodam os rapazes e meninas.
  • Depressão e ansiedade: também podem ocorrer então a necessidade do controle hormonal é essencial, pois, a depressão é uma doença séria que deve ser tratada.  l.
Benefícios dos bons níveis de testosterona
Se você tiver os níveis equilibrados o hormônio traz grandes benefícios para o organismo.
Melhora da forma física:
A boa quantidade da testosterona distribui a massa muscular e a forma que o corpo distribui a gordura. Certamente você perderá alguns quilos, claro que tudo aliado a atividades físicas e uma excelente alimentação. Uma vez que os seus hormônios estão equilibrados fica mais fácil ter uma saúde melhor, bem como um melhor desempenho nos treinos físicos. Você terá mais energia e o seu corpo agradecerá te dando mais prazer e menos cansaço após malhar.
Aumento do desejo sexual
O desequilíbrio hormonal traz problemas relacionados a atividade sexual. Quando eles estão equilibrados o desejo aumenta muito. Sendo assim, este hormônio é essencial para os homens e mulheres também (só que em menor quantidade da testosterona).
Aumenta a força
O nível de testosterona equilibrado ajuda e muito a ter uma massa muscular e óssea e sendo um fator importante na prevenção da osteoporose.
Como estimular a testosterona naturalmente
Em primeiro lugar pare de fumar. O cigarro além de causar problemas mais sérios para os pulmões, também influenciam na produção de testosterona. Quem é fumante possui 20% menos do que os nãos fumantes. Realmente o tabagismo é algo muito sério que  deve ser levado em consideração para que sua saúde não seja prejudicada.
Evite também o consumo de bebida alcoólica, pois, esta ataca o fígado que quebra o estrogênio, e o organismo perde zinco. A consequência da perda do zinco é a redução da testosterona. Agora que você sabe o que é testosterona com ricos detalhes, vamos tratar da dieta da melhor forma possível.
Quais os alimentos são melhores para equilibrar a testosterona?
Tudo faz parte de um processo sem procurar desequilibrar a saúde e nem a mente, então procure ter uma dieta balanceada não apenas para reequilibrar o seu testosterona, mas para o seu dia a dia. A importância de uma alimentação saudável é crucial, pois é através dela que evitamos as doenças mais perigosas para o organismo e preservamos a nossa saúde no envelhecimento tendo mais energia e disposição. Vamos conhecer agora quais os melhores alimentos para você consumir diariamente para o seu hormônio ficar equilibrado e sua saúde também.
Carnes magras
As carnes magras procure prepará-las sempre grelhadas. Alcatra, fraldinha, file mignon e maminha são boas alternativas para você equilibrar seu quadro hormonal. Carnes brancas são também muito boas para a sua saúde e desempenham um papel muito importante neste processo também, como o peixe e peito de frango grelhado. Estas carnes são ricas em zinco e as taxas de gordura saturada são muito pequenas.
Gorduras saudáveis
Castanhas, azeitonas, amêndoas, linhaça, abacate e óleos vegetais, tais como coco, são excelentes pedidas também, pois são ricos em gordura boa e contribuem para aumentar o metabolismo e deixar a testosterona equilibrada.
Frutas
Todos sabemos da importância das frutas na nossa dieta, devemos consumi-las diariamente, pois, são ricas em vitaminas e combatem e previnem muitas doenças, além de equilibrar o nosso quadro hormonal. Todas são importantes, mas podemos mencionar como muito ricas a maçã e a banana que são ricas em zinco. Tomate, laranja, maracujá, limão, acerola e morango são ricos em vitamina C que é outro fator crucial para o equilíbrio hormonal.
Verduras e legumes
Abóbora, pimentão, brócolis, repolho e couve são as melhores opções, mas considere todos os legumes e verduras para incluir em sua dieta, pois, eles são valiosos para prevenir e combater doenças também, além de reduzir os níveis de gordura proporcionando um emagrecimento que é essencial, afinal obesidade é um grave problema para a saúde.
Ovos
Os ovos são ricos em proteínas e colesterol bom, e são totalmente indispensáveis para equilibrar sua taxa hormonal.
 Feijão
Possui grande quantidade de zinco e fibras, proteínas e pobre em gordura.
Linhaça
É rico em fitoestrógenos e ligninas dão um bom equilíbrio hormonal e aumentam também o desejo sexual.
Batata doce
Muito rica em betacarotenos e excelente tanto para homens como para mulheres no tocante aos órgãos sexuais e produção de hormônio.
Semente de girassol
Outro alimento completo que contem óleos que fazem bem a saúde melhorando o hormônio e a libido.
Amendoim
Muito rico em zinco e melhora tanto os hormônios quanto a produção de esperma.
Aveia e grão de bico
A aveia e o grão de bico são  excelente também para o equilíbrio hormonal, e são ricos em zinco, bem como o melhora o desempenho sexual e reduz os sintomas da TPM.
Salmão e sardinha
São ricos em vitaminas A, B B5, B6, B12 e zinco. Os peixes são também alimentos completos para prevenir e combater várias doenças além do equilíbrio.
Existem muitos outros alimentos que são excelentes para a produção de hormônios, o ideal é conversar com o seu médico e procurar uma alternativa para sua dieta. Tudo depende dos resultados dos exames que você fizer, e a partir daí, tudo fica mais fácil para fazer o tratamento. O importante é ter disciplina e nunca desistir das atividades físicas e uma boa alimentação.
Outras maneiras de melhorar os níveis de testosterona
Existem outras formas de equilibrar os níveis de testosterona. Vamos ver agora.
  • Mantenha-se magro. Este é sem dúvidas um passo importante para sua vida como um todo, afinal de contas, a obesidade é algo muito sério e merece um cuidado todo especial. Faça atividades físicas e evite alimentos que criarão gorduras em você, sendo assim, ficar esbelto não é apenas um fator estético, mas sim um fator de saúde.
  • Durma bem, pelo menos oito horas por dia. Um sono reparador ajuda no sistema imunológico como um todo equilibrando os seus hormônios e te deixando com mais energia e disposição para enfrentar o dia a dia.
  • Coma vegetais e legumes com frequência. Certamente você conseguirá um melhor padrão de saúde se consumir couves, brócolis, couve flor, repolho, etc.
  • Suas atividades físicas devem ser feitas três vezes por semana no mínimo e durar no máximo 45 minutos.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *